Rádio Evangelizar

Rádio Evangelizar

 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (28 votos)




ONLINE
4








 

Previsão do tempo

 


Vírus da poliomielite é achado em Viracopos

Notícia

Saúde

25/06/2014 13:15 h

Vírus da poliomielite é achado em Viracopos

 

O vírus da poliomielite foi encontrado em uma amostra de esgoto coletada em março no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), em uma inspeção de rotina da vigilância sanitária da Organização Mundial de Saúde (OMS). O poliovírus selvagem tipo 1 (WPV1), um dos causadores da paralisia infantil, é similar a outro recentemente isolado de um caso na Guiné Equatorial e foi importado ao Brasil, segundo a OMS.

O comunicado da OMS sobre o caso diz também que o risco de o vírus encontrado no Brasil se espalhar internacionalmente é "muito baixo", e que "não existe prova alguma de transmissão do poliovírus selvagem tipo 1", enquanto que na Guiné o risco de infecção é alto. Entretanto, a direção da Vigilância em Saúde na cidade afirmou que amostra encontrada reforça a possibilidade da reintrodução da doença no País.

Nova coleta

Em nota oficial, o Ministério da Saúde informou que outra coleta feita um mês depois no mesmo local do aeroporto não apontava mais a existência do poliovírus selvagem. Porém, a pólio preocupada a OMS, que decretou emergência sanitária mundial diante do aumento dos casos de últimos seis meses, principalmente em dez países na África e Ásia.

O último registro da doença em território nacional ocorreu em 1989, na Paraíba, e em 1994 a OMS declarou a pólio erradicada do Brasil. Desde então, são coletadas amostras sistemáticas em dois pontos do Estado de São Paulo, entre eles no esgoto de Viracopos. O aeródromo possuiu estação de tratamento própria de seus resíduos.

Vigilância

Depois de a Organização decretar emergência, autoridades sanitárias brasileiras reforçaram suas atividades de vigilância sobre o poliovírus selvagem e pessoas não imunizadas. Mais de 95% da população brasileira é vacinada contra a pólio no Estado de São Paulo e em Campinas, onde a última campanha de vacinação foi realizada em junho de 2013.

Neste ano, ela estava programada para ser lançada em novembro e seria dirigida a crianças com idades entre 6 meses e 5 anos. Porém, a diretora da Vigilância em Saúde no município, Brigina Kemp, informou que se reunirá com a Secretaria do Estado da Saúde até a próxima semana para discutir possíveis ações de reforço contra a pólio.

Alerta

"A amostra encontrada em Viracopos apenas evidencia o que alertamos em todas as campanhas contra a pólio: existe um risco de reintrodução da doença no País se profissionais e hospitais não se precaverem", disse Brigina. Ainda de acordo com a especialista, a presença do vírus é importante no monitoramento ambiental da doença e serve de alerta, ainda que a possibilidade de infecção e manifestação seja remota.

A cidade adota o programa de erradicação da pólio, preconizado pelo Ministério da Saúde, desde 1980 e, segundo a diretora, há estoque de vacinas suficiente na cidade para toda a população. O trabalho foi reforçado durante a Copa do Mundo. "Fizemos ações de prevenção em higiene e imunização em hotéis e restaurantes contra doenças como pólio, influenza e sarampo. Também recomendamos a dose de reforço de pessoas já imunizadas que vão para os países listados pela OMS", disse

Os países são Afeganistão, Camarões, Guiné Equatorial, Etiópia, Israel, Nigéria, Paquistão, Somália, Iraque e Síria. A imunização contra a poliomielite é gratuita no Brasil. A Secretaria de Saúde distribuiu também uma cartilha para turistas com informações sobre doenças infecciosas, entre elas a pólio.

Propagação internacional

A decisão de decretar emergência mundial foi tomada em 5 de junho após várias reuniões do Comitê de Emergência da OMS, formado por especialistas em epidemias. Em comunicado em seu site oficial, a OMS explica que o comitê alertou que a propagação internacional da doença em 2014 constitui evento extraordinário e risco público de saúde, ao qual é essencial uma resposta internacional coordenada.

No fim de 2013, 60% dos casos de pólio tinham origem na propagação internacional do poliovírus selvagem, e havia provas de que os viajantes adultos contribuem para essa propagação. Neste ano, mesmo durante a época de baixa transmissão, houve contaminação internacional de três das dez regiões onde existem atualmente infecções: a Ásia Central (do Paquistão ao Afeganistão), o Oriente Médio (da Síria ao Iraque) e a África Central (dos Camarões à Guiné Equatorial).

 

Fonte: IG