Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.9/5 (92 votos)




ONLINE
3





Partilhe esta Página



 

Previsão do tempo

 


Renda de R$ 6,9 mi em Santos x Flamengo é a maior
Renda de R$ 6,9 mi em Santos x Flamengo é a maior

Renda de R$ 6,9 mi em Santos x Flamengo é a maior da história do futebol brasileiro

Aiuri Rebello
Do UOL, em Brasilia

O duelo entre Santos e Flamengo não marcou somente a despedida do atacante Neymar. O jogo válido pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, realizado em Brasília, teve a maior renda da história do futebol brasileiro. Com ingressos variando de R$ 160 a R$ 400 (preços cheios, houve também comercialização de meia entrada para estudantes) e  63.501 pagantes presentes no Estádio Nacional Mané Garrincha, o jogo gerou R$ 6,9 milhões de bilheteria e bateu o recorde nacional. 

A arrecadação deste domingo desbancou o recorde anterior, que pertencia ao São Paulo Futebol Clube. Em 2010, o tricolor paulista arrecadou R$ 4,48 milhões na semifinal da Copa Libertadores da América, contra o Internacional, no Morumbi. Na partida,  57 mil  torcedores pagaram ingresso.

Já em partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro, o recorde anterior também era do ano de 2010, quando os torcedores do Fluminense proporcionaram uma renda de R$ 2,85 milhões ao clube das Laranjeiras, na partida em que o tricolor carioca sagrou-se campeão nacional, contra o Guarani, no Engenhão.

Na despedida de Neymar neste domingo, os principais responsáveis pela renda recorde não foram os santistas, mas sim os flamenguistas, que eram a maioria esmagadora no Mané Garrincha. A massa rubronegra vaiava Neymar sempre que o craque pegava na bola, além de incentivar muito o Flamengo.

Foram colocados à venda 69.200 ingressos, mais 1.500 camarotes. A capacidade total de público da arena, porém, é de 72 mil pessoas. Quem vai ficar com a maior parte do dinheiro arrecadado é a FBF (Federação Brasiliense de Futebol), que comprou o mando de campo do Santos por R$ 800 mil. A FBF foi responsável pela organização da venda dos ingressos e pela distribuição das credenciais de imprensa. Nas operações, marcadas pela desorganização e pelo amadorismo, torcedores e jornalistas amargaram filas de até quatro horas.