Rádio Evangelizar

Rádio Evangelizar

 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (24 votos)




ONLINE
3








 

Previsão do tempo

 


Lava Jato solicita dados sobre venda de Neymar

- Atualizado em

Procurador da Lava Jato solicita dados da Espanha sobre venda de Neymar

Em processo que DIS move contra atleta, Rodrigo Janot oficia Justiça paulista a lhe encaminhar informações que forem anexadas aos autos para investigação do MPF

Por Leonardo LourençoSão Paulo

Neymar barcelona apresentação (Foto: Marcelo Hazan)Transferência de Neymar é alvo de investigação do MPF e da Receita Federal (Foto: Marcelo Hazan)

O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu à Justiça paulista para ter acesso às informações recebidas dos tribunais espanhóis sobre a venda de Neymar ao Barcelona. O pedido faz parte dos autos do processo que o fundo de investimento DIS move contra o atleta e o clube europeu na 23ª Vara Cível de São Paulo.

O ofício do Ministério Público Federal (MPF) foi enviado logo no início da ação, em janeiro de 2014. Nela, a empresa requer a exibição de documentos relacionados à transferência, concluída em 2013. Seis papéis são citados, entre eles o de venda e o contrato em que o Barcelona pagou € 10 milhões antecipadamente ao jogador.

Janot, que encabeça as investigações da Operação Lava Jato, sobre esquema de corrupção na Petrobras, solicita a "remessa, à Secretaria de Cooperação Jurídica Internacional do Ministério Público Federal, das informações recebidas da Justiça espanhola" no processo. Ele afirma, ainda, que o procedimento instaurado "tramita em sigilo".

Oficio - MPF - Venda Neymar 2 (Foto: globoesporte.com)Ofício enviado pelo procurador Rodrigo Janot à Justiça de São Paulo (Foto: reprodução)

 

O site da Época revelou que Neymar e seu pai estão sendo investigados pelo MPF e pela Receita Federal. A suspeita é de sonegação – os bens que eles possuem no Brasil já foram arrolados. Segundo a revista, o procurador Thiago Nobre Lacerda, de Santos, deve apresentar denúncia criminal nos próximos dias, o que incluiria também o crime de falsidade ideológica.

O ofício assinado por Janot foi respondido três meses depois pela juíza Carmem Lúcia da Silva, que informou que, até aquela data, o processo não continha informações da Justiça espanhola.

Em janeiro de 2014, a o tribunal de São Paulo expediu pedido de carta rogatória aos espanhóis para que Neymar fosse citado na Europa. Enviado ao Barcelona, o documento acabou assinado por uma funcionária do atleta. Em dezembro, nova carta foi expedida, desta vez endereçada à casa do atacante, que ainda não foi citado.

A DIS era proprietária de 40% dos direitos do jogador quando ele se transferiu. O Santos, que alega ter recebido € 17,1 milhões, repassou a fatias aos parceiros, o que incluiu também a Teisa, que detinha 5% e também foi à Justiça para ter acesso aos documentos da negociação.

Além desse valor, o Barcelona também pagou € 40 milhões à N&N, empresa do pai do atacante, mais € 10 milhões de luvas, outros € 2 milhões para que a N&N monitore revelações no Brasil e repassou € 2,5 milhões à Fundação Neymar Jr. O Santos também recebeu € 7,9 milhões pela preferência na contratação de três jogadores da base e € 4,5 pela realização de amistoso em 2013. As comissões a agentes somam € 2,7 milhões.

O acordo é alvo de investigações na Espanha, e já rendeu multas milionárias ao Barcelona. Em março, o Ministério Público do pais europeu pediu a prisão de presidente Josep Maria Bartolomeu e de seu antecessor, Sandro Rossell, pelas irregularidades constatadas no acordo. Na última semana, o Santos iniciou processo na Fifa para ser indenizado elas “violações do contrato de transferência”, segundo o atual mandatário, Modesto Roma Júnior – a venda, em 2013, foi assinada por Odílio Rodrigues, a quem fez oposição.

INFO - Valores pagos a Neymar barcelona (Foto: Editoria de Arte)