HOMEM ARRANCA CABEÇA DA MÃE

Notícias

095 leituras | 000 comentário | Notícias | Policial

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

HOMEM ARRANCA CABEÇA DA MÃE E DEIXA EM BACIA DE PLÁSTICO

COMPARTILHE

Um homem matou a própria mãe de forma cruel no Povoado Jaqueira, na zona rural de Teófilo Otoni (MG), no Vale do Mucuri.

Maurício Rainer de Oliveira, de 30 anos, arrancou a cabeça da vítima, Nalcimaria Rainer de Oliveira, de 50, e a deixou em uma vasilha de plástico antes de fugir nessa segunda-feira (4).

O crime ocorreu dentro da casa onde a família vivia, às margens da BR-116, e foi presenciado pelo irmão do criminoso, de apenas 12 anos.

De acordo com relatos do adolescente aos policiais militares da cidade, Maurício chegou em casa transtornado e deu uma paulada na cabeça da mãe, seis facadas no abdômen dela e, em seguida, ainda a decapitou. Na sequência, ele colocou a parte do corpo em uma vasilha de plástico, ameaçou o irmão de morte e fugiu correndo.

Assustado, o garoto pediu ajuda para vizinhos, que acionaram a Polícia Militar.

Na residência, os militares encontraram a vasilha com a cabeça em cima da mesa da cozinha do simples imóvel e uma faca peixeira de 17 cm toda ensanguentada em uma cadeira. O corpo de Nalcimaria foi localizado caído ao chão.

Por meio de informações passadas pela testemunha, os policiais fizeram rastreamento e conseguiram localizar Maurício depois de duas horas de procura. O homem foi encontrado em uma rua de Teófilo Otoni, onde andava de forma agitada e com um saco de roupas nas mãos.

Ao ser questionado sobre o crime, Maurício confessou e apenas disse que matou a mãe porque ela estava com um comportamento estranho com ele.

Familiares do criminoso informaram aos policiais que atenderam a ocorrência que ele tem problemas psicológicos e que, apesar de fazer uso de remédios controlados, tem o costume de ingerir bebida alcoólica em excesso.

Maurício foi detido em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde prestou depoimento e foi levado para o Presídio de Teófilo Otoni.

Depois de também ser ouvido, o adolescente ficou sob os cuidados do tio.

fonte: newsrondonia Visualizar Impressão