Rádio Evangelizar

Rádio Evangelizar

 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 3.1/5 (46 votos)




ONLINE
4








 

Previsão do tempo

 


Ex-jogador de Corinthians e Santos é preso

15/08/2015 09h22 - Atualizado em 15/08/2015 16h05

Ex-jogador de Corinthians e Santos é preso por tentar furtar caixa eletrônico

Piá foi flagrado tentando 'pescar' envelopes em caixa automático em Bauru.
Outro homem também foi preso acusado de participar da tentativa de furto.

Do G1 Bauru e Marília

Piá (à direita) foi preso em flagrante com um comparsa em Bauru (Foto: Reprodução/TV TEM)
Piá (à direita) foi preso em flagrante com um comparsa em Bauru (Foto: Reprodução/TV TEM)

O ex-jogador de futebol Reginaldo Rivelino Jandoso, de 41 anos, conhecido como Piá, foi preso em flagrante na noite desta sexta-feira (14) tentando usar um “chupa cabra” em caixas automáticos de um banco na Vila Falcão, em Bauru (SP). De acordo com a Polícia Militar, ele e um comparsa foram flagrados tentando “pescar” os envelopes depositados na máquina.

A polícia foi acionada após o alarme da agência, que fica na rua dos Andradas, disparar. Quando chegaram ao local, policiais da Força Tática prenderam em flagrante Piá e Humberto de Oliveira Leite, que tentavam realizar o furto. De acordo com a polícia, a dupla teria agido também em outra agência no bairro Bela Vista.

Com a dupla os policiais apreenderam ferramentas e a peça usada para "pescar" os envelopes de dentro dos caixas. Piá estava com quase R$ 10 mil em cheques.

Ele e o comparsa foram indiciados por furto qualificado e levados, na manhã deste sábado (15), para a cadeira de Avaí.

A Central de Polícia Judiciária de Bauru, onde os dois prestaram depoimento, informou que nenhum advogado se apresentou para fazer a defesa dos detidos.

Piá jogou pelo Corinthians em 2004 (Foto: Futura Press)P
iá jogou pelo Corinthians em 2004
(Foto: Futura Press)

Carreira e antecedentes criminais
O ex-meio campista teve passagens por vários clubes paulistas como Corinthians, Santos, Portuguesa, Ponte Preta, Bragantino, Inter de Limeira e União São João. Ele também jogou em times como Coritiba, Matonense, Corinthians-AL, São Raimundo, e até PAOK, na Grécia.

Piá parou de jogar em 2011, pelo Aparecidense-GO. O último trabalho foi pelo União São João de Araras, no ano passado, como auxiliar técnico.

O auge da carreira foi entre 1999 e 2003, quando fez parte dos times da Ponte Preta que atingiram as semifinais do Paulistão e também da Copa do Brasil e as quartas do Brasileirão.

Esta é a terceira vez em que o ex-jogador é preso pelo mesmo crime. Em abril, ele foi detido em flagrante na cidade de Americana (SP).

Piá, ex-jogador da Ponte Preta é preso em Americana (Foto: Sérgio Evangelista/ Guarda Municipal de Americana)
Piá foi preso em Americana em abril
(Foto: Sérgio Evangelista/ GM de Americana)

 

Em janeiro do ano passado, o ex-jogador passou 21 dias no Centro de Detenção Provisória de Hortolândia depois de ser indiciado por tentativa de furto qualificado a um caixa eletrônico de Campinas. Foi liberado após a Justiça conceder habeas corpus e respondia o processo em liberdade provisória.

Piá também tinha passagens por porte de drogas e armas, além de falta de pagamento de pensão

O ex-meia já teve o nome envolvido em outros casos policiais. A primeira aconteceu em julho de 1999, quando ele, então atleta da Ponte Preta, foi indiciado como coautor do assassinato de um mecânico, em uma lanchonete de Limeira. A acusação era que Piá foi o responsável por dar a ordem para um primo pegar o revólver em seu carro e atirar na vítima. Ele foi absolvido.