Eletrobras abre licitação para Linhão da 429

portalalvoradaro, 05/10/2017 18:20

Eletrobras abre licitação para Linhão da 429, de Presidente Médici a Costa Marques

Eletrobras abre licitação para Linhão da 429, de Presidente Médici a Costa Marques

Já está aberto o edital de licitação para contratação de empresa que construirá as linhas de distribuição e subestações, com obras de montagem e fornecimento de equipamentos e materiais, para a região da BR-429 interligando ao Vale do Guaporé, atendendo os municípios de Presidente Médici a Costa Marques.

A boa notícia foi dada a deputada Marinha Raupp e ao senador Valdir Raupp na última sexta-feira (29) pelo diretor de Gestão da Eletrobras Rondônia e Acre, Efrain Cruz. A publicação ocorreu o Diário Oficial da União (D.O.U) desta segunda-feira (2) e tem abertura prevista para o dia 1º de novembro.

A construção da linha de transmissão de energia elétrica, destinadas à integração de regiões isoladas ao Sistema Interligado Nacional (SIN), atenderá toda a BR-429, seguindo de Presidente Médici até Costa Marques, passando por Alvorada D’Oeste, São Miguel, Seringueiras, São Francisco e São Domingos (distrito).

Para a deputada Marinha Raupp, com o Linhão implantado, os municípios beneficiados terão energia de qualidade. “E consequentemente atrairá empresas e indústrias visando à geração de emprego e renda de toda a região”, enfatizou.

Segundo o senador Raupp serão investidos cerca de R$ 500 milhões nestes Linhões, beneficiando além da região da BR-429, os municípios de Chupinguaia, Machadinho do Oeste, Vale do Anari, Theobroma, Cujubim e região da Ponta do Abunã, com as localidades de Abunã, Vista Alegre, Extrema, Ponta do Abunã e Nova Califórnia, e região de Buritis interligando Ariquemes, Monte Negro, Buritis e Campo Novo.

A deputada e o senador estiveram no fim de semana na Região anunciando a licitação. Os parlamentares apoiam o Movimento “Linhão Já” de Alvorada, e em outubro do ano passado estiveram junto com os membros da comissão (João Guilherme/Peruzinho, Valmir Azevedo, Carlos Becker, Karla Marcelly, Cláudio Ferreira, Rodrigo Amélio e Elza Becker) em audiência no Ministério de Minas e Energia.

Fonte: Assessoria