Com um ano de atraso, centro de saúde é inaurugado

28/06/2014 15h05 - Atualizado em 28/06/2014 15h05

Com um ano de atraso, centro de saúde é inaurugado em Vilhena, RO

Obra custou mais de R$ 600 mil e deveria ter sido entregue no início de 2013.
Crianças e mulheres de todo cone sul serão atendidas no local.

Jonatas Boni Do G1 RO

Crianças e mulheres de todo cone sul serão atendidas Centro de Saúde (Foto: Jonatas Boni/G1)Crianças e mulheres de todo cone sul serão atendidas Centro de Saúde (Foto: Jonatas Boni/G1)

A Prefeitura de Vilhena (RO), município distante cerca de 700 quilômetros de Porto Velho, deu início as atividades do Centro da Mulher e da Criança, após mais de um ano da data prevista de entrega. Iniciado em agosto de 2011, o prédio com cerca de 500 metros quadrados deveria ter sido entregue em fevereiro de 2013. Orçado em mais de R$ 640 mil, o hospital deve atender a crianças e mulheres de todo o Cone Sul.

No mesmo prédio, funcionará o Núcleo de Apoio da Saúde da Família, procedimentos especializados como mamografia, ultrassonografia, colposcopia, biópsia de útero e mama, pré-natal de alto risco, entre outros.

Segundo a prefeitura, o atraso na entrega do prédio inicialmente aconteceu devido a atrasos nas parcelas de um convênio com o governo federal. Após o prédio ser entregue pela construtora, a Secretaria de Saúde estava aguardando uma equipe de engenheiros para  a instalação do mamógrafo, o que atrasou o início das atividades e atendimento ao público. O centro da mulher e da criança foi construído ao lado do Hospital Regional da cidade.